Ocean’s Kingdom, de Paul McCartney, no New York City Ballet

Leia a seguir texto sobre Ocean’s Kingdom, balé criado por Paul McCartney para o New York City Ballet. Foi publicado pelo caderno Ilustrada, da Folha de S. Paulo, em 29 de setembro de 2011.

 

Os bailarinos Sara Mearns e Robert Fairchild em Ocean's Kingdom. Foto de Paul Kolnik

 

Público recebe balé de Paul McCartney sem entusiasmo em Nova York

FRANCISCO QUINTEIRO PIRES

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE NOVA YORK

Quando “Ocean’s Kingdom”, balé musicado e escrito por Paul McCartney, terminou, o público aplaudiu sem entusiasmo. Poucos ficaram de pé na apresentação ocorrida no último sábado (24). A expectativa gerada pela mídia –afinal, é a estreia de McCartney no mundo da dança– não se concretizou no palco do David H. Koch Theater, casa do New York City Ballet.

O espetáculo de 50 minutos é dividido em quatro movimentos. Narra o embate maniqueísta entre o reino do oceano e o da terra. O fio condutor é o drama da princesa Honorata, filha do rei Oceano, líder do mundo marinho.

Certo dia, atrapalhando a vida idílica do reino submerso, rei Terra, seu irmão mais novo, príncipe Pedra, e os seus lacaios convidam Honorata e Oceano para um festejo. Honorata e Pedra se apaixonam. Terra também a deseja. Com a ajuda de Scala, chefe das empregadas de Honorata, ele sequestra e aprisiona a princesa do oceano.

A libertação vem com o arrependimento de Scala. Ela lança uma tempestade contra o rei Terra e os seus subordinados. Ao destruí-los, ela também se destrói. Pedra e Honorata ficam juntos.

“Ocean’s Kingdom” aborda um tema clássico: a complicada história de amor entre seres de mundos diferentes. Mas, como Paul McCartney disse em entrevistas, o balé também é um recado contra a destruição da natureza marinha.

Na atual temporada de outono, o New York City Ballet (NYCB) faz mais uma apresentação de Ocean’s Kingdom nesta quinta (29). A produção de US$ 800 mil volta aos palcos em janeiro (dias 19, 21, 24, 27 e 29).

Segundo a direção do NYCB, ao convidar McCartney para criar um balé, a companhia pretende renovar a sua audiência. O ex-beatle aceitou o convite porque era um desafio inédito. Ele não cobrou pelo trabalho.

A coreografia de Peter Martins, à frente do NYCB desde 1983, quando morreu o seu fundador, George Balanchine, conta sem inovação a história inventada por McCartney.

Martins é um coreógrafo conhecido por suas criações abstratas, que pouco combinariam com o neorromantismo dos quatro movimentos do novo balé. Autor de discos anteriores de música erudita, McCartney compôs belas melodias, como de costume, mas o resultado final é ingênuo, programático. “Ocean’s Kingdom” foi concebido como se o século 20 não tivesse existido para a música.

As roupas criadas por Stella McCartney, filha do ex-Beatle, adotaram as cores azul e verde para os personagens do oceano e os tons escuro e pastel para o seres da terra. O cenário é bem simples. A luz exerce um papel fundamental: quando varia do azul para o vermelho, ela marca a transição do universo aquático para o terrestre.

Os quatro movimentos, cujo lançamento em CD é no próximo dia 4, inspiraram uma coreografia repetitiva. Em cada movimento há pelo menos um pas de deux para registrar as oscilações emocionais da princesa Honorata (Sara Mearns) e do príncipe Pedra (Robert Fairchild). Um dos preceitos de Balanchine – “não existem novos passos, existem novas combinações” – foi ignorado por Martins.

One thought on “Ocean’s Kingdom, de Paul McCartney, no New York City Ballet

  1. João dos Santos

    Ninguém parece ter a formula do sucesso,
    mas existe sim uma forma de como
    não agradar todos ao mesmo tempo.
    Acontece que meio seculo se passou
    quando, 4 rapazes foram reprovados
    em um estúdio na gravadora Deca.
    Esse fato contribuiu muito positivamente
    para que esses caras tivessem posteriormente
    um ótimo produtor como Geoge Martin.
    Conclusão: Males carregam um bem para o futuro.

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s